in A Espiral

A Espiral #18 – O Jardim no Deserto #Espiralado

A ESPIRAL: A cada edição, uma proposta diferente, um formato diferente e uma ideia sensacional que pode ganhar proporções inimagináveis.

NESTA EDIÇÃO D’A ESPIRAL

E terminamos finalmente a leitura de todos os comentários atrasados! Com todas as pendências em dia, aproveitamos também para apresentar mais um áudio-conto para sua diversão!

Conto: O Jardim no Deserto

Texto & Narrador: Tiago “The Portal” Soares

Voz da nave: Vinícius Schiavini (prata da casa)

Jovem garota: Thaís Lemos Leite (do podcast Na Calçada)

 

Participante coringa: Calliban (do podcast JWave)

 

DURAÇÃO

26 minutos

 

E-MAILS

Mande suas mensagens para espiral@dimensaonerd.com.

 

TWITTER

Acompanhe nossas atualizações no Twitter pelo perfil @AEspiral

 

CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA

Reproduzir
  1. A resposta da garota à nave deveria ter sido a resposta dada ao Dr. Manhattan (do Watchmen, caso alguém na face da podosfera não saiba!) ao invés de ele achar que a terra merecia ser salva por causa de espermatozóides! Hahaha!

    Bom conto!

    Quanto aos comentários, acho que a galera desanima de comentar por causa da demora pra ler.
    Grande abraço!

  2. Olá Tiago…
    Finalmente voltei a comentar….
    O problema agora está sendo meu tempo para ouvir podcasts que diminuiu muito, e sem ouvir não dá para comentar.. mas consegui ouvir esse e achei muito bom o audio-conto. Ainda mais com participação da belíssima voz da Thata.
    Abraços e até o próximo.

  3. Olá Sr. Portal!
    Vindo aqui para ouvir pela primeira vez um “A espiral” e achei muito legal o lance de contos narrados!
    Ouvindo o feedback dos programas anteriores fiquei com bastante curiosidade de ouvir mais contos, principalmente o de Sherlock Holmes que já baixei e logo vou ouvir.
    Sobre o conto deste cast que vos comento, alem de ter achado incrível, me fez lembrar aqueles filmes de ficção cientifica antigos meio que “O dia em que a terra parou” que muitas vezes se pautavam em uma lição para a humanidade, e não guerras, armas e etc…
    Enfim, parabéns pelo talento com os contos!
    Um abraço!

Comments are closed.