in A Espiral

A Espiral #22 – Armação Ilimitada #Espiralado

A ESPIRAL: A cada edição, uma proposta diferente, um formato diferente e uma ideia sensacional que pode ganhar proporções inimagináveis.

NESTA EDIÇÃO D’A ESPIRAL

E voltamos com o selo Espiralado, para ler as mensagens do programa anterior e trazendo mais uma pequena atração para sua diversão!

Neste Espiralado:

00:00 – Abertura e apresentação

01:07 – Mensagens Interdimensionais

BloodCasters

Página do Facebook

Paranérdia # 42: Notórios Nerds – Douglas Adams

A Espiral #21 – E Então Comecei a Chorar #Espiralado

08:34 – Sessão Nostalgia: Armação Ilimitada

Uma divertida e descompromissada discussão sobre o seriado que marcou a infância e adolescência de quem viveu os anos 80. Com as presenças de  Tiago “The Portal” Soares e os ilustres convidados Carlos Tourinho (do Pauta Livre News) e Pastor Claybom (do Blog do Pastor Claybom)

47:07 – Blooper do Dia e Encerramento

 

DURAÇÃO

48 minutos

 

E-MAILS

Mande suas mensagens para espiral@dimensaonerd.com.

 

TWITTER

Acompanhe nossas atualizações no Twitter pelo perfil @AEspiral

 

FACEBOOK

Acesse e curta a nossa página no Facebook.

 

CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA

Reproduzir
  1. caramba. em 85 nem sonhava em nascer.

    Eu vou participar da doação de sangue ainda essa semana. sempre gosto de fazer proximo ao meu aniversário, só não deu tempo essa semana.

  2. Oiê gurizada!
    Ouvindo e comentando:
    1 – Posso dizer com muuuuuuito orgulho que o Sr. Deus do Trovão, meu marido, Thiago Marques, fez o show de abertura do Tears for Fears em Porto Alegre junto do Sax & Phone!
    2 – OMG, Armação Ilimitada é uma daquelas coisas que lembro quando eu era beeeem pequena. Em 1985 eu nem havia nascido! Nasci em 1986!
    3 – Armação Ilimitada era um programa para jovens: quase que uma novidade na época.
    4 – O triângulo amoroso era engraçado demais.
    5 – Armação Ilimitada foi reapresentado uma época…Juba e Lula era meio estranho! Tinha uma “febre” de programas-jogos…
    6 – A descrição do “penteado anos 80” foi hilário!

    Curti demais o podcats! Muuuuito legal!
    Beijos!

  3. Armação Ilimitada além de ser uma série muito Bacana, era muito Juba, muito Lula e muito Zelda Scott. Tá, brincadeira sem graça à parte, eu lembro que adorava o programa, mesmo não lembrando de praticamente nada, hoje em dia.

    Como sempre, mais um tema divertido e com convidados bem entrosados. Continue sempre assim, “The Portal”, que está mandando bem 🙂

  4. Adorava essa série, embora nem sempre conseguisse assisitir o episódio inteiro (eu estudava à noite).

    Momentos memoráveis:

    Debora Bloch como Kate Machone, a Dama de Couro.
    Bacana na psicóloga (Patricia travassos).
    Doutora: Quem é a mãe?
    Zelda : Eu!.
    Doutora: Quem é o pai?
    Juba e Lula: Nós!
    Doutora: Menino, você precisa mesmo de terapia.

    Isso sem contar as cenas de histórias em quadrinhos, em que apareciam os balões com os pensamentos dos personagens.

    O episódio com o Magnum genérico se chamava “Meu amigo Mignum”, e o ator (cujo nome não vou procura no Google porque quero fazer esse comentário de cabeça, mas sei que era elenco de apoio do Chico Anysio Show) foi dublado pelo Francisco Milani, que era realmente o dublador original do Magnum. Muito legal foi o início desse episódio, com a voz do locutor dizendo: “Versão brasileira, Herbert Richards”.

    Abraço, Portal, e que essa Série Nostalgia, que por sinal está muito original, continue.

Comments are closed.