in Bada Bing!

Cabine Bada Bing! #4 – Batman v Superman

cabinebadabing004_a

 

Olá amigos do fórum e rabugentos, hoje o BADA BING! abre suas portas para falar sobre o filme mais polêmico de 2016. Batman, Superman, Lex Luthor, Mulher Maravilha e agregados: como se saiu o primeiro e mais importante passo da Warner/DC nos cinemas.

 

Reproduzir
  1. Olha, tenho que confessar que fiquei surpreso, tanto com este podcast quanto com o Mundo Rabugento. Eu achei que vocês três (Luido, Ana e Castrezana) iriam fazer o mesmo que praticamente todos os podcast que ouvi até agora: sentar o malho no filme, como se fosse a pior coisa do mundo e recomendando (ou melhor, MANDANDO) que as pessoas NÃO VEJAM o mesmo.

    Eu ADOREI o filme. Não consigo concordar com as inúmera críticas negativas com o filme. Sim, ele tem certos furos, que podem ser explicados pelo tal fato de que ele já foi montado pensando que haverá cenas extras no DVD/Blu-ray, mas não me incomodou. Tanto que achei que seria o único a defender o filme na podosfera brasileira (os programas que participei ainda vão ao ar, aqui pela Kombo). Bom ver que não estou sozinho 😀

  2. Olha, com o Era de Ultron, outro filme que eu curti ver, vi sim muita gente na podsfera metendo o malho no filme, também. Principalmente um certo “Anão” que no podcast que ele participa praticamente não deixou ninguém mais falar para comentar o que achou do filme, só rasgando seu ódio com o mesmo. MAAAAAAS, de fato, nem com aquele filme teve essa cisão todo que estou vendo agora.

    O pessoal anda muito criterioso, exigente demais. PASMEM, até Star Wars O Despertar da Força é visto como um “filme de merda”. CARACA, gente! Fico até imaginando que se os filmes do Reeves tivessem estreado HOJE, por exemplo, com essa internet que temos por aí, como seriam criticados como sendo péssimos filmes. DUVIDO que passariam na crítica ácida desse pessoal de hoje em dia. Eu acredito que eles só são “isentados” pelo fator “nostalgia”, com argumentos como “ah, mas naquela época era assim, mesmo” 😛

  3. Estou com vocês! As pessoas estão com muita má vontade para com esse filme. Eles tem seus furos, mas entrega bastante diversão e momentos épicos.
    Trago aqui alguns dos furos que percebi, para saber o que vocês acham:
    1. Naquele incidente na África, por que as pessoas estavam associando as mortes ao Super? uma vez que os ferimentos eram a bala
    2. O Batman, enquanto grande detetive e intelectual, não foi tão facilmente manipulado pelo Lex?
    3. Achei uma grande sacada o fator “Martha”, mas não acham que o Batman esquecer toda sua magoa com o Super instantaneamente e logo após já afirmar que trata-se de seu amigo, não é um pouco conveniente demais?
    4. O excesso de protagonismo da Louis. Ela joga a lança fora, pois ela percebe que faz mal ao Super, mas como raios ela soube que também afetaria o Apocalipse, a ponto de ir buscá-la?
    5. Por que o Super, que estava isolado do mundo, chega no momento certo para salvar a Louis do Lex, mas não teve como ir salvar sua mãe por conta própria?

  4. Que podcast incrível. Sim, vocês conseguiram me fazer amar mais ainda o filme. Deixa os haters odiarem o melhor filme de super herói. E que venha a Liga!

  5. JordhamMoraes7,

    1) Retaliação. A acusação não era que o Super tinha matado aquela galera toda, e sim que, após ele atacar aquele Warlord, lá, houve uma retaliação dos outros soldados na vila da depoente
    2) o problema do Batman: nas HQs ele se tornou impossivelmente foda: Sabe de tudo, antecipa tudo, é praticamente um DEUS infalível. E esses filmes do Snyder os heróis não são infalíveis
    3) o cara só é o que é pelo TRAUMA da morte dos pais. Especialmente da mãe. Falar o nome dela no meio daquilo meio que “quebrou” sua motivação. “Salvar Martha? Como assim? Que Martha?” Demorou um pouco até ele perceber que o super se referia à OUTRA pessoa
    4) e precisa saber? Ela sabia que algo estava rolando na nave kryptoniana, sabia que a lança era poderosa ao ponto de quase matar um “DEUS” (o Super). Para ligar 1+1 = 2 não precisa muito. Mesmo que não fosse um kryptoniano, vai que a lança é útil mesmo assim? A gente tem que NOS tirar da equação. Para nós os efeitos da kryptonita são óbvios, pois já estamos acostumados com as HQs e a mídia em geral. Mas se coloque na pele da personagem: se você estivesse no mesmo lugar dela não tentaria fazer o mesmo? “Ah, a lança só afeta o super, nem vou tentar pegar ela de volta. Não deve funcionar no bichão, mesmo, né?”
    5) aí dou o braço à torcer para o problema da edição. Deu a entender que ele já tinha voltado daquele mini-exílio e estava de volta em Metrópoles, perto o suficiente para ouvir a Lois gritar. Já quanto a Mãe dele acho que a audição dele não vai tão longe assim, de Metrópolis até Pequenópolis 😀 E mesmo que pudesse identificar onde ela estava DEPOIS do Luthor mostrar para ele que a tinha sequestrado, ele não podia se dar ao luxo de arriscar ir para onde ela estava para resgatá-la se houvesse a chance dos capangas do Luthor a matarem antes disso. Tá, o Lex disse para ele seguir direto para o Batman, mas parou no caminho para falar com a Lois e contar que a mãe tinha sido sequestrada. Esse ponto entendo como furo. Mas fora isso, faz sentido a ameaça. Pelo menos para mim

Comments are closed.