in Cadeia de Eventos

Cadeia de Eventos 90 – A Droga da Arte

 Drogas e a Arte

Vivemos em um mundo do qual tentamos fugir, entreterimento, musica, artes, meditação, drogas e muitos outros metodos já foram usados na tentativa de escapar. E com graus muito diferentes de sucesso.

Nessa edição Diogo C. Scooby  e Thiago Miani recebem Bruno Urbana Vicius e Marina (sobrenome ocultos por motivos judiciais) para falar de arte, de drogas e qual a relação delas com a tecnologia e genialidade.

Comentado:

Nosso e-mail: cadeia@cachorrosolitario.com

Notícias:

Vale do Silício: Paraiso da tecnologia e da canabis [http://www.growroom.net/2013/03/07/vale-do-silicio-paraiso-da-tecnologia-e-da-canabis/]

9 Gênios chapadoes que mudaram o mundo [http://www.tecmundo.com.br/infografico/18653-9-genios-chapadoes-que-mudaram-o-mundo-infografico-.htm]

LSD e Pinturas [http://oratopelado.blogspot.com.br/2012/03/lcd-e-pinturas.html]

Auto-retratos sob o efeito de diferentes drogas [http://misturaurbana.com/2012/08/45-auto-retratos-sob-o-efeito-de-diferentes-drogas/]

Reproduzir
  1. Diogo e Thiago,

    Que programa, hein? Muito bom!

    Conseguiram discutir um assunto bastante polêmico sem preconceito, piadas infames ou opiniões no melhor estilo “lugar comum”, onde tudo que se fala já se sabe.

    Parabéns também pelos convidados, enriqueceram bastante o episódio.

    Tenho alguns pontos a comentar: conversei rapidamente com o Diogo no skype sobre a influência das drogas na obra do Adous Hurxley. Considerado uma viagem psicodélica o livro que ele lançou sobre influência das drogas não é visto como uma obra-prima apesar que sendo do Hurxley muitos tentam impor uma classificação aceitável para o livro.

    É estranho que se discuta tanto sobre a legalização das drogas, mas não se fale da proibição de outras como bebidas alcóolicas e cigarro.

    Os artistas usam para abrir a mente e são tratados como pessoas sem caráter ou sem personalidade, mas encher a cara de cerveja chegar em casa e espancar a mulher é visto como agressão. Ninguém culpa a cerveja, mas todos culpam as drogas. “Fulano fez isso porque estava drogado”, costumam dizer.

    Toda a discussão só me mostrou que precisamos pensar muito nesta questão e que “droga” é uma coisa de ponto de vista. Para uns é coisa do demônio, para outros possibilidade criativa.

    A grande questão é que enquanto a grande mídia faz lobi contra certas drogas, vemos garotas semi-nuas promovendo bebidas alcóolicas ou propagandas divertidas motivando as pessoas a saírem nas noitadas e associando diversão com a bebida tal.

    Não tenho nada contra quem bebe cerveja, run, whisky… apenas ressalto do discurso ambíguo que é levantado quando se falar das drogas como vocês falaram.

    Excelente programa. Parabéns.

    Dados:

    31 anos
    Moro: Caruaru-PE
    Profissão: Host do CabulosoCast

Comments are closed.